segunda-feira, 9 de março de 2020

APÓS ITAÚNA, AÇUDE GANGORRA COMEÇA A SANGRAR EM GRANJA

O açude Gangorra (foto), responsável pelo abastecimento de Granja, já está sangrando. 
Em 2019, após 7 anos sem sangrar, ele alcançou seu limite no dia 15 de março.   
Construído em 1999, sobre o leito do riacho Gangorra, o Açude tem capacidade para 54,40 milhões de metros cúbicos. 
Ainda em Granja, já na divisa com Chaval e Barroquinha, o Itaúna, maior açude da Bacia do Coreaú, sangrou no dia 20 de fevereiro.  
Os dois açudes fazem parte da Bacia do Coreaú. Nela também estão sangrando o Diamantino II, Tucunduba e Várzea da Volta. 
Postado por Tadeu Nogueira às 17:15h

Nenhum comentário: