segunda-feira, 23 de março de 2020

BOLSONARO DESISTE DA SUSPENSÃO DO TRABALHO POR 4 MESES

Após uma avalanche de reações contrárias, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a praticar o "recuo", um de suas mais conhecidas marcas de governo. 
Na tarde desta segunda-feira (23), ele resolveu revogar o artigo 18 da medida provisória (MP) 927, que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses sem salário. 
A medida provisória, editada na noite do último domingo (22),  autorizando suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses era, segundo ele, uma "maneira de preservar empregos". 
O problema é que ele não esclareceu de que forma o Executivo compensaria esses trabalhadores. 
Postado por Tadeu Nogueira às 14:35h

Nenhum comentário: