segunda-feira, 4 de maio de 2020

ANJ - NOTA À IMPRENSA

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) condena veementemente as agressões sofridas por jornalistas e pelo motorista do jornal O Estado de S.Paulo quando cobriam os atos realizados neste domingo (03) em Brasília.
Além de atentarem de maneira covarde contra a integridade física daqueles que exerciam sua atividade profissional, os agressores atacaram frontalmente a própria liberdade de imprensa. 
Atentar contra o livre exercício da atividade jornalística é ferir também o direito dos cidadãos de serem livremente informados.
A ANJ espera que as autoridades responsáveis identifiquem os agressores, que eles sejam levados à Justiça e punidos na forma da lei.
Brasília, dia 3 de maio de 2020.
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS - ANJ

Nenhum comentário: