terça-feira, 2 de junho de 2020

EX-VEREADOR DE CAMOCIM ÁLVARO FILOMENO MORRE AOS 92 ANOS

Faleceu nesta segunda-feira (01), às 17:45h, em sua residência, ladeado por familiares, aos 92 anos de idade, o ex-vereador de Camocim, Álvaro Filomeno Ferreira. 
Além da vereança, durante período legislativo entre 1973 e 1976, quando foi eleito por Barroquinha, território que pertencia a Camocim, Seu "Alves", como era popularmente conhecido, fazia, em seu caminhão, o transporte de passageiros na ainda piçarrada estrada Barroquinha-Camocim. 
Seu "Alves", ao longo de sua caminhada como membro da comunidade, esposo e pai, conquistou o respeito e admiração de todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecer sua história de vida. Camocim e Barroquinha perdem um grande cidadão.  
Segue abaixo uma nota enviada pela família:  
"A família de Álvaro Filomeno Ferreira, ainda consternada pelo seu falecimento, vem a público informar que seu patriarca partiu para a casa do pai.  
Ele foi sepultado em Barroquinha esta manhã, às 9 horas, no cemitério Nossa Senhora dos Navegantes. Por conta das recomendações contra aglomerações devido à pandemia, a família optou por não divulgar o enterro, que foi restrito a amigos próximos e familiares de primeiro grau. Fez exame para Covid-19, o qual deu negativo.
Senhor Álvaro desenvolveu uma pneumonia aspirativa por conta de dificuldades de engolir, condição de seu processo natural de envelhecimento. Apresentou complicações na semana passada, o que levou a família a instalar em seu quarto uma enfermaria particular, espécie de "mini leito de UTI". Obedeceu assim a pedido expresso dele, que enquanto lúcido solicitou não ser transportado a hospital em caso de piora. 
Todo esse cuidado não teria sido possível sem a colaboração da equipe de profissionais que o atendeu, proporcionando todo conforto em seus últimos momentos. Ao médico James Sampaio de Sousa, e às enfermeiras Vannessa Trévia Ximenes e Ingrid Carvalho Dourado, pela qualidade e presteza no atendimento, nossa mais profunda e eterna reverência.
Álvaro Filomeno foi ainda agricultor na Fazenda Palmeiras, de sua propriedade, localizada na CE-085 próximo à sede do município.  
Ele teve 8 filhos com sua primeira esposa, Odete Domingos Ferreira, de quem ficou viúvo em 1999. Casou com Maria do Socorro Alves em 2007, com quem viveu até seu último dia. Deixou 23 netos e 9 bisnetos".
Nossas condolências aos familiares e amigos. Que ele esteja na luz. 
Postado por Tadeu Nogueira às 19:06h

Nenhum comentário: