terça-feira, 18 de agosto de 2020

COM APOIO DE EMPRESAS, GRUPO FAZ LIMPEZA NO LAGO SECO

Nesse sábado (15), um grupo de amigos se reuniu em mutirão para uma ação de responsabilidade social: limpar o Lago Seco. 
Uma das principais áreas de lazer da cidade de Camocim, a área recebe centenas de visitantes toda semana, que acabam deixando lixo - ao final do dia de limpeza foram recolhidos mais de mil litros de resíduos. A ação foi inteiramente voluntária, contando com apoio de empresas. 

Jairo Santos, um dos voluntários à frente do projeto, conta que aquela não foi a primeira ação de mutirão de sua vida: há uns anos já havia limpado a praia das Barreiras quando participante do ProJovem. Dessa vez, no entanto, teve um “gostinho” especial. 

“Os meninos [outros participantes] tinham um pouco de vergonha, eu não, passava no meio do povo [os grupos de familiares e amigos aproveitando o sábado nas sombras dos cajueiros] juntando o lixo. Eles gostavam, alguns aplaudiam, isso dá uma força pra gente né?”, conta, enquanto já pensa na próxima edição do mutirão. 
O lixo deixado pelos frequentadores acaba por sofrer decomposição e impactar o meio ambiente, alerta a Engenheira Ambiental Izabela Lima, professora do Instituto Federal do Ceará (IFCE), campus Camocim. 

“Acho que o ponto chave dessa conscientização é a manutenção da balneabilidade da água, que é relacionada ao uso da água para o lazer. Se houver uma contaminação contínua, pode prejudicá-la, tornando-a imprópria para banho. Isso vai impactar o turismo, que é uma atividade muito importante para a cidade, mas principalmente o lazer da população”, explica a professora. 

“Nós do campus Camocim estamos fazendo uma ação de produção de vídeos educativos para mostrar a cada pessoa sua responsabilidade pelo resíduo [lixo] produzido por cada residência, o que guarda relação com essa história de deixar o lixo em locais inapropriados, porque polui não apenas os corpos hídricos mas o solo, o ar”. 
Outra questão, explica a professora, é que apesar de aparentemente a poluição não impactar diretamente o abastecimento de água da cidade, há perigos diretos para a saúde da população com a ingestão de peixes pescados no lago. 

“Há estudos que mostram a bioacumulação, que é o consumo dos animais aquáticos desses resíduos [plásticos entre outros], o que acaba prejudicando a flora intestinal deles e isso pode chegar como alimento para as pessoas.” 

Responsabilidade Social 
Paulo Alves Júnior, sócio-gerente da Variedades São Paulo, tradicional loja localizada no centro de Camocim há mais de 20 anos, apoiadora do projeto, explica que a ação de responsabilidade social, realizada este último sábado, é uma chance de a empresa devolver à cidade e à população a parceria de tantos anos. 

“Eu acredito que todas as empresas devem retribuir à sociedade, e isso vale tanto para as [empresas] da cidade como as que vêm de fora. Mas o agradecimento especial que eu faço aqui é para as pessoas que estavam lá, recolhendo no sol, com as próprias mãos, o lixo que não deixaram, deixando o nosso lago mais limpo. Nós da empresa ajudamos como pudemos, mas os parabéns vão para todos que estavam lá”, elogia. 
Empresas que apoiaram a iniciativa: 
Variedades São Paulo @variedadessaopaulocamocim 
Paulos Festas @paulosfestasce 
Bia Biju Camocim @biabijucamocim 
Vanessa Rosa - Arquitetura Sustentável @rosavanessaa 
PaulosIdeas - Mídia e Negócios @pauloemanuel85

Um comentário:

Unknown disse...

Amei parabéns a todos!Que essa seja uma ação que venha se multiplicar