quinta-feira, 3 de setembro de 2020

DESENTENDIMENTO SOBRE USO DE MÁSCARA VIRA CASO DE POLÍCIA

Por conta da pandemia de Coronavírus, uma lei obriga o uso de máscara no Ceará. 
Em Camocim, assim como no resto do estado, a máscara deve ser utilizada ao ar livre e em todos os estabelecimentos público e privados, o que inclui as academias de ginástica. Elas retomaram suas atividades na cidade no último dia 24 de agosto. 

Pois foi justamente em uma academia, na noite desta quarta-feira (02), que um desentendimento sobre o uso da proteção acabou virando assunto de polícia. 
Segundo Jorge Alan, proprietário, a confusão teve início após ele pedir que um de seus alunos colocasse a máscara. Como resposta, o aluno disse que não colocaria. 
Daí em diante, de acordo com ele, começou um desentendimento que acabou em agressão física. Na manhã desta quinta-feira (03), ele foi atendido na UPA local. De lá seguiu até a Delegacia Regional de Polícia Civil, onde prestou esclarecimentos e denunciou o aluno por lesão corporal. O aluno também teria denunciado Jorge. 
Por Tadeu Nogueira 

2 comentários:

Daniel disse...

Jorge querendo pagar de santo , se ninguém tem coragem de mandar a real , pois eu tenho, ele e muito e hipócrita e se acha o dono do mundo, se escondendo atrás de santas , e outra , quem o conhece sabe quem é de verdade, e outra dúvida o pq somente uso de máscaras mas academias de camocim, sendo que no lago seco , praia do farol, uns restaurantes que não vou citar nomes pq e foda de ética, enfim todos existe aglomeração e não uso de máscara e pq essa putarias só em academias. Alguém me explica . Posta isso pf

Neto dpvat disse...

Lamentável! Jorge Alan é pacato,tem humildade!