sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

DÍVIDA DE ADEMAR DEIXA BARROQUINHA SEM FPM EM JANEIRO

RECEITA BLOQUEOU QUASE R$ 1,6 MILHÃO 
O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), maior fonte de renda da Prefeitura de Barroquinha, veio com as parcelas referentes aos dias 10, 20 e 30 de janeiro, totalmente zeradas. 

O bloqueio do valor, que chega a R$ 1.592.347,94, foi feito pela Receita Federal, em decorrência de desvio, por parte do então prefeito Ademar Veras, da contribuição do INSS de Servidores Municipais. A não entrada de dinheiro do FPM pode comprometer os serviços públicos e as obrigações legais do município. O prejuízo é gigantesco. 

Ademar, em dezembro de 2020, em decorrência de um acordo às escuras, feito sem autorização da Câmara de Vereadores, logo após grave denúncia publicada no Camocim Online, referente a um desvio milionário do INSS dos servidores, fez uma “correção” nas contribuições no final do ano, ocasionando o sequestro das contas. 

A preocupação agora é com o que vem por aí no FPM de fevereiro. Se é que ele vem. 

Por Tadeu Nogueira

Nenhum comentário: