terça-feira, 5 de janeiro de 2021

"VOO ÀS CEGAS"

Camocim ainda não sabe, com precisão, qual o perfil de seus visitantes. Sem essa informação, o turismo local faz uma espécie de "voo às cegas". 

Por isso mesmo é necessário, e não é de hoje, uma pesquisa precisa do fluxo turístico da cidade, feita a partir de instituições especializadas, com o objetivo de identificar  quem são, de onde vem, quantos e qual o comportamento dos turistas que escolhem Camocim como destino. Diga-se de passagem (sem trocadilho), isso é básico. 

A ideia parte da seguinte premissa: se não sabemos quem visita nossa casa, como podemos prepará-la adequadamente? 

O mapeamento turístico de Camocim pode apontar o caminho certo a ser seguido, não apenas pelo setor público, mas também pelo trade local e futuros investidores.  

Ainda falta muita água para rolar por baixo do píer, para que Camocim tenha o turismo que merece. Aos que podem acelerar isso, saibam que o tempo urge. 

Por Tadeu Nogueira 

Nenhum comentário: