sexta-feira, 26 de março de 2021

COVID: LOCKDOWN APROXIMA CEARÁ DA ESTABILIDADE

O secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, avaliou que os 13 dias de isolamento social rígido em todo o Ceará já mostram a redução do número de atendimentos em Unidades de Pronto Atendimentos (Upas) e de pacientes com Covid-19 que estão à espera de leitos.

A declaração foi dada em entrevista ao Sistema Verdes Mares, na noite desta quinta-feira (25). O lockdown foi decretado no último dia 5 de março somente em Fortaleza.

Após a escalada de casos da doença e internações, que pressionam os sistemas de saúde, a medida foi ampliada e passou a valer em todo o Estado desde o último dia 13. Na Capital, as restrições ocorrem há 20 dias.

O decreto atual tem vigência até o próximo dia 28. O secretário avaliou que o endurecimento do isolamento social “tem surtido efeito”.

Nós já temos uma certa estabilização do número de pacientes que entram nas Upas e de pessoas que aguardam transferência. Esses números têm se mantidos mais ou menos iguais nos últimos quatro dias”, apontou ao CETV 2ª edição.

Isso é um bom de que estamos entrando naquilo que chamamos de platô”, complementou. A fase platô é quando a pandemia sai do pico para uma estabilidade dos indicadores, ou seja, sem aumento ou redução de casos da Covid-19.

Questionado se a estabilização ocorrerá em abril, conforme mostra um estudo da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cabeto disse que esse é um cálculo que depende de outras variáveis.

Nos já esperávamos que, duas semanas após o isolamento rígido, tivéssemos o platô. Esperamos que, nas próximas duas semanas, mantendo esse comportamento, tenha redução também no número de pacientes internados e dos resultados positivos que mostra também sobre a circulação viral”, analisou.

Por Tadeu Nogueira 

Nenhum comentário: