quinta-feira, 4 de março de 2021

O GRITO DO SILÊNCIO

"Neste momento, ainda acordado, 1 hora da manhã do dia 04 de março de 2021, sentado na sacada da minha casa, contemplo a rua e ouço o silêncio. 

Não é um silêncio de paz, e sim, um silêncio que ensurdece os meus ouvidos, porque nele ouço o grito desesperado de milhares de pessoas apavoradas, desamparadas, angustiadas, desanimadas, desprezadas. 

Fico a me preguntar o que poderei fazer, na minha limitação humana. Não tenho tantas respostas. Mergulho num mar de indagações, sofro o sofrimento de todos e só me resta pedir a Deus, clemência e misericórdia. Me resta a fé".

O texto acima foi extraído de uma postagem feita no início da madrugada desta quinta-feira (04) pelo Padre Evaldo Carneiro, da Paróquia de Bom Jesus dos Navegantes, de Camocim, em seu perfil no Facebook.  

Nenhum comentário: