. CAMOCIM ONLINE: APÓS "BLINDAR" LULA COM CASA CIVIL, DILMA CRITICA INVESTIGAÇÕES
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

quarta-feira, 16 de março de 2016

APÓS "BLINDAR" LULA COM CASA CIVIL, DILMA CRITICA INVESTIGAÇÕES

Horas depois do anúncio oficial da nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil, a presidente Dilma Rousseff concedeu nesta quarta-feira (16) entrevista coletiva dedicada basicamente a defender o antecessor, denunciado à Justiça de São Paulo por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica e teve um pedido de prisão preventiva, além de ser investigado na Operação Lava Jato. A petista afirmou que as investigações contra o ex-presidente têm critérios "estranhos". 
Dilma disse que está "muito confortável" com a vinda de Lula para o primeiro escalão de seu governo - o que a oposição decreta como um 'autogolpe', o fim de seu mandato. "A vinda do Lula fortalece o meu governo", rebateu. Ela disse que, ao vincular a nomeação de Lula à conquista da prerrogativa de foro privilegiado, a oposição lança uma suspeita sobre o Supremo Tribunal Federal - cujos onze ministros foram, em sua maioria, indicados por Lula e Dilma. "A troco de que vou achar que a investigação do juiz Sergio Moro é melhor do que a do Supremo?"
Dilma confirmou a ida de Jaques Wagner para a chefia do gabinete pessoal da Presidência, a do subprocurador-geral da República Eugênio Aragão para o Ministério da Justiça e a do deputado Mauro Lopes (PMDB-MG) para a Secretaria da Aviação Civil.
Dilma disse que "mantém confiança" no ministro da Educação, Aloizio Mercadante, flagrado oferecendo ajuda "dentro do governo" para evitar a delação premiada do senador Delcídio do Amaral (MS). A presidente disse que Mercadante "deu explicações satisfatórias" sobre a oferta de apoio político, financeiro e jurídico a Delcídio, seu ex-líder no Senado.
Postado por Tadeu Nogueira às 18:18h
Com informações da Veja 

1 comentários:

ISAEL VIANA disse...

Covarde ladrão