. CAMOCIM ONLINE: 14 ANOS DE SAUDADE DO CORONEL E EX-DEPUTADO LIBÓRIO GOMES DA SILVA
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

14 ANOS DE SAUDADE DO CORONEL E EX-DEPUTADO LIBÓRIO GOMES DA SILVA

O Coronel  PM, Libório Gomes da Silva faleceu, aos  79 anos, no dia 25 de novembro de 2002, em Fortaleza e foi sepultado no Cemitério de Amarelas, distrito de Camocim, sua terra natal.
Sua brilhante trajetória na PM teve início em 1941, quando, aos 18 anos, ingressou como soldado. Realizou os cursos de Formação de Cabo, Sargento e Oficial Intendente (serviço que havia antigamente na PM), tendo sido declarado Aspirante-Oficial em 25 de agosto de 1947. Em 1° de abril de 1966 foi promovido ao posto de Coronel, o mais elevado da hierarquia policial militar.
Conhecido pela firmeza de caráter e competência profissional, foi Delegado Especial da Polícia em vários municípios cearenses, Tesoureiro Geral da Polícia Militar, Assessor da Secretaria da Fazenda, Chefe da Casa Militar (Governo Plácido Castelo), Superintendente Administrativo da Fundação Cearense de Meteorologia (FUNCEME), Diretor de Patrimônio da Associação dos Ex-Deputados do Estado do Ceará (ASSAEDEC) e Deputado Estadual, em duas legislaturas.
O Coronel Libório foi um homem desprendido, de larga visão social e incansável na luta em prol dos mais necessitados, dentre suas conquistas, obteve, junto ao então governador Plácido Castelo, recursos para realizar seu maior sonho: extensão da rede de alta tensão de Fortaleza a Camocim, levando energia a todas as cidades  existentes no percurso, inclusive Sobral, que na época atravessava grave crise energética.
O Coronel Libório, pouco antes de falecer, escreveu “De Soldado a Coronel”, obra autobiográfica que foi lançada no Instituto São José, em Camocim, no dia 22 julho de 2003 e, logo após, no dia 30, na Associação dos ex-Deputados Estaduais, em Fortaleza. Foi casado durante 57 anos, com a Senhora Graziela Angelim da Silva, com quem teve dez filhos, 23 netos e 24 bisnetos.
Sua neta, Ana Karine Gomes Zaranza, assim o descreveu: “não sei de que é feito este homem. Nem sei se é homem! Tem em si um pouco de Deus, muito de anjo, uma parte de criança e uns grãos de homem. Esse ser chama-se Libório e quem conhecer outro desse me apresente, porque essa espécie está em extinção”.
Família do Coronel Libório Gomes da Silva

0 comentários: