terça-feira, 18 de abril de 2017

CHAVAL: DESEMBARGADOR SUSPENDE DECISÃO QUE BARRAVA PROCESSO SELETIVO

A Prefeitura de Chaval contratou a empresa Crescer Consultoria, de Teresina (PI), para a realização de um processo seletivo de contratação temporária. 
Após inúmeras reclamações de candidatos e a empresa divulgar resultados inconsistentes, o vereador Onofre, conhecido como "Nanóia", requereu na Câmara Municipal que fosse anulado o processo seletivo. A Câmara Municipal aprovou o requerimento e recomendou ao Prefeito Sebastião Veras que anulasse o seletivo. 
O Prefeito Sebastião anulou e determinou que a empresa devolvesse o dinheiro das inscrições, uma vez que usou de má-fé para com a Prefeitura, pois publicou os boletos de pagamento das inscrições em seu site pessoal arrecadando com isso o dinheiro que deveria ir para os cofres públicos. 
Após a anulação, foi lançado dois editais distinto pela Secretaria de Educação e Secretaria de Saúde. Os vereadores de oposição, Ìtalo Pacheco e Dimas, entraram então com uma ação popular na Justiça de Chaval e o Juiz de Direito, Fábio Falcão, suspendeu o processo seletivo realizado posteriormente. A Prefeitura recorreu ao Tribunal de Justiça do Ceará e o Presidente Desembargador Francisco Glaydson suspendeu nesta terça-feira (18) a decisão do Juiz de Chaval, dando assim continuidade ao processo seletivo. Essa é a novela chavalense. Só Deus sabe os próximos capítulos. 
Postado por Tadeu Nogueira às 17:14h

Nenhum comentário: