segunda-feira, 2 de outubro de 2017

CASO R$ 140 MIL! CHICO VAULINO DEPÕE HOJE COMO RÉU NA JUSTIÇA FEDERAL

Na tarde desta segunda-feira (02), o ex-prefeito de Camocim, Chico Vaulino, irá depor como réu na Justiça Federal, em Sobral, por não ter prestado contas de R$ 140 mil reais, oriundos de um convênio celebrado em 2007, entre a Prefeitura de Camocim e a Fundação Nacional de Saúde. O valor deveria ter sido usado na melhoria do sistema de abastecimento de água da cidade. 
Além de nunca ter aplicado o recurso para o qual foi direcionado pelo Governo Federal, Chico Vaulino deixou o cargo de prefeito sem ter dado conta do dinheiro. A ação civil pública de improbidade, movida em 2013, pela Procuradoria do Município de Camocim, entre outras coisas, pede à Justiça Federal o bloqueio dos  bens do réu e o ressarcimento do valor "sumido" aos cofres do município. 
A ausência da prestação de contas por parte de Chico Vaulino teve como consequência a inscrição do município na condição de inadimplente no SIAFI, impedindo a cidade de receber novos recursos federais, sobretudo da Fundação Nacional de Saúde, prejudicando diretamente os Camocinenses. 
Chico Vaulino será ouvido pelo Juiz Federal Sérgio de Norões Milfont. Dos 8 anos em que esteve à frente da Prefeitura de Camocim, Chico Vaulino só teve uma conta anual aprovada. As outras 7 foram desaprovadas com provas claras de graves irregularidades praticadas, sobretudo na saúde e educação. Chico Vaulino ainda responde a mais de 25 ações na justiça estadual, entre improbidade, inquéritos policiais e outras falcatruas. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:10h

Um comentário:

vivianelima oliveira disse...

Eita prefeito corrupto, ficha suja. E ainda tem um blogueiro desacreditado que o defende. Mas também o pobre coitado passou oito anos mamando e hoje está sem futuro. Evanmar.