sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

NO LIMBO! JUÍZA CONDENA ROMEU ARRUDA A 8 MESES DE DETENÇÃO POR CRIME DE CALÚNIA

A Justiça Eleitoral condenou o ex-prefeito de Granja e pré-candidato a deputado estadual, Romeu Arruda, pelo crime de calúnia eleitoral, a 8 meses de detenção. 
A sentença foi preferida pela Juíza Eleitoral Ticiane Silveira Melo. Caso a condenação seja mantida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, e o julgamento ocorrer até o período de registro de candidaturas, Romeu Arruda poderá ficar de fora da disputa eleitoral de outubro próximo. 
Nas eleições de 2016 ele já teve problemas com essa mesma Justiça Eleitoral. Na ocasião, a mesma magistrada impugnou sua candidatura a prefeito. É que Romeu, derrotado nas eleições de 2008, assumiu a vaga de seu tio, Esmerino Arruda, cassado em maio de 2009 e que retornou à administração do município em junho do mesmo ano. 
No pleito seguinte, Romeu conseguiu a vitória nas urnas e assumiu a prefeitura Granjense no dia 1º de janeiro de 2013. Essa situação, segundo os autos do processo, configurou sua tentativa de tentar conseguir um terceiro mandato consecutivo, algo proibido pela Lei Eleitoral. 
Para tentar se manter à frente do poder em Granja, controlada há mais de 50 anos pela Oligarquia Arruda, a qual pertence, a opção, já preparada à época, caso fosse impugnado, foi lançar sua sobrinha, Amanda Arruda. Mesmo sendo eleita, segundo moradores, quem segue mandando de fato na cidade é Romeu Arruda. 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:34h
Com informações do Blog Acontece

Nenhum comentário: