sexta-feira, 18 de maio de 2018

UPA: CONSÓRCIO DÁ CALOTE EM SERVIDORES DE CAMOCIM E GRANJA

O Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Camocim (CPSMCAM), que abrange os municípios de Barroquinha, Camocim, Chaval, Granja, e Martinópole, presidido desde março de 2017 pelo Prefeito de Martinópole, Júnior Fontenele, vem aplicando na região, um dos maiores calotes trabalhistas já registrados nos últimos anos, envolvendo uma instituição pública.     
São mais de 100 funcionários prejudicados, todos lotados nas Unidades de Pronto Atendimento 24 Horas de Camocim e Granja. 
Eles tiveram seus contratos rescindidos, mas até agora não receberam os direitos trabalhistas. "Tem funcionário com até 1 ano de FGTS atrasado. Descontaram do salário, mas não recolheram junto ao governo. Então pergunto: Para onde está indo esse dinheiro?", questiona uma servidora. 
Segundo essa mesma servidora, a administração do Consórcio Público, quando procurada, diz que não fornece informação a funcionário. 
De acordo com fontes do blog, na busca por respostas e valores não pagos, uma ação judicial coletiva está sendo protocolada pelos funcionários da UPA de Camocim. Na edição de segunda-feira (21) teremos mais detalhes escabrosos sobre o caso. Fique de mutuca. 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:42h
Foto: Tadeu Nogueira

Nenhum comentário: