quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

BARROQUINHA: JUSTIÇA DERRUBA ATO ILEGAL DA PRESIDENTE MEIRE E GARANTE "QUITINHA" NA POSSE

A Presidente da Câmara de Barroquinha, Vereadora Meire Nóbrega (foto), decidiu medir forças, agora não mais com a oposição, mas com o Poder Judiciário. 
Afrontando decisão do Juiz Washington Frota, que determinou, pela segunda vez, a legalidade da eleição do Vereador "Quitinha" para  Presidente da Câmara (Biênio 2019-2020), após constatação de fraude eleitoral no decorrer do primeiro pleito, Meire Nóbrega baixou um ato, proclamando como eleito, o Vereador Amanajás, candidato do grupo liderado pelo Prefeito Ademar Veras. Além disso, marcou a data da posse para 1 de Janeiro. 
Os vereadores de oposição recorreram judicialmente. Como resposta, o Juiz Tiago Dias da Silva determinou a suspensão imediata do ato da Presidente Meire Nóbrega, assegurando os efeitos da deliberação anterior, que elegeu, por 5 votos a 0, no dia 14 de dezembro, para presidente, o  Vereador Djanilson Torres (PSD), o "Quitinha". 
A Presidente Meire Nóbrega foi intimada na manhã desta quinta-feira (27) em seu gabinete. Caso descumpra a decisão, ela terá que pagar multa diária de R$ 20 mil reais. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:35h

Nenhum comentário: