quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

EXPOSIÇÃO DE CAVALETES?

Logo que teve início a onda de ataques criminosos contra o estado, há 14 dias, o acesso à Delegacia Regional de Polícia Civil, em Camocim, por precaução contra possíveis atentados, foi bloqueado.  
Para quem tem o mínimo de noção de trânsito, a colocação de cavaletes indica a proibição do tráfego para carros, bicicletas e motos, não interessando se alguma brecha possa caber um desses veículos. 
Pois acredite, desde o primeiro dia, vários motociclistas e ciclistas passam livremente pelo perímetro isolado, chegando a utilizar a calçada da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas, que fica ao lado. 
Em tese, cada indivíduo que avança o bloqueio pode ser considerado suspeito. Ou não? 
Sendo assim, qual está sendo mesmo a serventia dessa medida? 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:35h
Foto: Tadeu Nogueira 

2 comentários:

Danny disse...

Tadeu, acho que Camocim, se existia algum risco de atentado, esse risco a meu ver a algum tempo não existe, concordo quando vc fala que alguns aproveitam as brechas entre os cavaletes para passarem, mas esse bloqueio daquele pedaço de rua já está é atrapalhando, pois não é por estarem ali aqueles cavaletes que um ataque seria evitado. O que evitaria sim, seria algum policial civil de plantão ficar alerta.

antonioesimone antonioesimone disse...

Mas cavaletes fechando ruas em Camocim é prática comum. Já aconteceu em um mesmo dia de domingo eu ter que manobrar o carro por duas vezes no mesmo dia por conta de ruas fechadas para festas de aniversário. As ruas foram Joaquim Távora e Marechal Floriano as duas foram fechadas parcialmente para festas particular.