quinta-feira, 11 de abril de 2019

BOLSONARO PROÍBE DESCONTO EM FOLHA DA MENSALIDADE DA APEOC

Os sindicatos não estão muito satisfeitos com o governo de Jair Messias Bolsonaro. Em março, por exemplo, Bolsonaro editou uma medida provisória, extinguindo, entre outras coisas, o desconto em folha para a mensalidade sindical, retirado diretamente do salário do trabalhador. 
O pagamento agora deverá ser feito por boleto, enviado àqueles que tenham previamente autorizado a cobrança. Só vai pagar quem autorizar.
Em Camocim, a medida, de âmbito federal, começou a ser adotada neste mês de abril pela Prefeitura Municipal.   
O Sindicato Apeoc tem reclamado bastante, já que a novidade, ideia de Bolsonaro, mexe diretamente com o seu faturamento. Antes o repasse era automático. 
A expectativa da instituição agora é para o que irá dizer amanhã, durante a sessão da Câmara Municipal, o Vereador Erasmo Gomes (PSL), único representante do partido de Bolsonaro na cidade. 
A Apeoc espera que ele se posicione contra a medida provisória. Resta saber se ele se voltará contra Bolsonaro, ficando a favor do sindicato. A não ser que ele escolha ficar em cima do muro. Não seria a primeira vez.
Postado por Tadeu Nogueira às 14:30h

Nenhum comentário: