segunda-feira, 17 de junho de 2019

"MENINA NATÁLIA": CRIME BÁRBARO DE CAMOCIM VAI VIRAR DOCUMENTÁRIO

No primeiro dia de agosto de 1992, quando Camocim vivenciava o burburinho de mais uma final da edição do seu famoso festival de música, praticava-se, paralelo a isso, o crime mais bárbaro já cometido na cidade.  
Prestes a completar 27 anos, o assassinato, que teve como vítima a menina Natália Albuquerque, de apenas 6 anos, foi um dos primeiros casos de sequestro do Ceará. 
Natália morava no centro da cidade, em frente à torre da Oi, na Rua General Sampaio. Ela desapareceu da calçada de onde morava, enquanto brincava perto de um posto telefônico.
À época, as sequestradoras exigiram 40 milhões de cruzeiros da família. Natália era neta do empresário José Siebra.
Após 7 dias de intensas buscas, em uma operação que mobilizou centenas de policiais militares e civis, enviados de Fortaleza e Sobral, Natália foi encontrada morta em um tanque, no local mais improvável, até para o roteiro mais incrível da ficção. 
Toda a trama ocorrera na casa vizinha a de seus pais e foi perpetrada por três mulheres, conhecidas de seus pais, interessadas em extorquir dinheiro da família. 
O crime, pela frieza e crueldade, chocou todo o estado. As acusadas confessaram a barbárie. Todas foram condenadas e já cumpriram suas penas.  
O caso agora vai virar documentário. "Menina Natália" será o título. O Historiador Paulo José e o Cineasta Natalino dos Santos são os produtores. 
"Conseguimos a autorização dos pais de Natália. Com isso estamos iniciando o trabalho. O documentário terá simulações, depoimentos de testemunhas, sempre com base nos fatos ocorridos", disse Paulo José. O Estúdio NS Filmes fará a finalização da obra, com apoio do Canal Simbora Ceará. do Youtuber Edivaldo Costa Oliveira.
No final de 1992, Natália concluiria a Alfabetização na Escola O Cebolinha. Em sua homenagem, a turma de concludentes recebeu seu nome. 
Também em sua homenagem, a Prefeitura Municipal deu seu nome a uma escola, localizada na Rua Raimundo Veras, próximo à Fábrica Democrata. 
Natália estaria com 33 anos atualmente.  
Postado por Tadeu Nogueira às 10:17h

9 comentários:

Neto dpvat disse...

Minha contemporânea, brincávamos juntos diariamente!
Que dor no peito!

Neto dpvat disse...

Essa foto eu não aguento 😭😭😭

Ana disse...

Foi um acontecimento aterrorizante, e triste dava um belíssimo filme baseado em fatos reais. ..

Unknown disse...

Morava nessa época em Camocim e conheci Natália e família e as monstras 😤

Unknown disse...

Morava em camocim, onde fui estudar e foi a cena mais triste que já vi , quando retiraram o corpo dela do tanque!

Thiago Rocha disse...

Eu era criança na época, mas lembro bem da comoção que tomou conta de Camocim.Lembro inclusive que o crime foi noticiado em rede nacional. Infelizmente é uma das tristes lembranças que carregaremos por muitos anos.

Maximus disse...

Esse crime foi bárbaro. Lembro que a população comovida se revoltou com as assassinas. Lamentável esse fato, muito triste.

Unknown disse...

Alguém sabe contar a história da Mara Mônica? Outro crime bárbaro ocorrido anos antes.

Nailton Marques disse...

Nessa época eu morava em Camocim (minha belíssima cidade natal). E, lembro com muita tristeza desse lamentável ocorrido.Pois, naquele tempo a comoção tomou conta de toda cidade.
Lembro também de meus pais rezando as noites, intercedendo para q a pequena Natália fosse encontrada.
E foi. Mas, infelizmente sem vida.
Muito triste aqui recordando������