terça-feira, 22 de outubro de 2019

APAGÕES DA ENEL CANCELAM AULAS E DÃO PREJUÍZO AO COMÉRCIO

Alunos sem aula, mercadorias se estragando em freezers e insegurança. 
Essas são algumas das consequências dos recentes apagões elétricos nas localidades ribeirinhas de Moréias, Sítio São Matheus, Buriti, Torta, Lago Grande e muitas outras, todas localizadas na zona rural de Camocim.  
Mesmo diante de um crescimento visível da população na região, a Enel parece se negar a aumentar sua capacidade elétrica. As localidades atingidas ficam situadas às margens do Rio Coreaú.  
"O problema vem ocorrendo há mais ou menos um mês. Não adianta ligar para o 0800 da empresa, pois eles nem aqui pisam. Quando falta energia às 22h, só chega no dia seguinte. Nem à igreja podemos ir mais. Estudantes estão sem aulas e o comércio amarga um prejuízo atrás do outro", disse uma moradora ao blog. 
"A única coisa que não falha é a conta do mês. Essa chega pontualmente", completou. 
Não é a primeira vez que as comunidades ribeirinhas de Camocim sofrem com apagões. Em outubro de 2018 e fevereiro de 2019, a mesma situação atingiu a região.  
Postado por Tadeu Nogueira às 12:15h

Nenhum comentário: