quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

PAI DA VEREADORA PALOMA TERIA SIDO SEGUIDO E INTIMIDADO

A Vereadora Paloma Aguiar, da cidade de Granja, está enfrentando um processo de cassação por ter denunciado os desmandos da prefeita Amanda Arruda, atual gestora, e de seu tio, o deputado Romeu Arruda, referente aos anos em que ele esteve à frente do município. 
A ordem para que Paloma seja cassada até o fim deste mês teria partido do próprio deputado Romeu. 
Ordem dada, os 11 vereadores da situação passaram a tramitar o processo a toque de caixa, atropelando todos os ritos legais. 
O posicionamento da Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário tem chamado a atenção de observadores do caso.  
A situação teria piorado nos últimos dias. Nesta quinta-feira (16) pela manhã, de acordo com palavras de Francisco Ezio, ex-vereador e pai da Vereadora Paloma, seu carro foi seguido pelo veículo que aparece na foto desta matéria. Ainda segundo ele, os ocupantes teriam tentado intimidá-lo, supostamente querendo fazer imagens e fotos suas. 
Minutos antes, ainda de acordo com Francisco Ezio, quem estava no carro foi até o escritório do advogado João Paulo, seu filho e irmão de Paloma e tentado intimidar a secretária.
Ao blog, Paloma disse que sua família, que mora em Parazinho, também está sofrendo com perseguições e intimidações. 
Postado por Tadeu Nogueira às 14:26h

Nenhum comentário: