quinta-feira, 16 de abril de 2020

UPA DE CAMOCIM TEM MOVIMENTO CONSIDERADO NORMAL

No próximo dia 19 de abril, assim como o resto do estado, Camocim, vai completar um mês de isolamento social não obrigatório por conta da pandemia de coronavírus. 
Durante esse período, a demanda por atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas) não sofreu maiores alterações. 
O movimento tem sido considerado tranquilo, semelhante ao que era registrado em dias normais, antes da pandemia. 
Segundo levantamento feito pelo blog, o mês de março chegou a atender menos pessoas que fevereiro, quando ainda não havia sido decretado o início do combate à Covid-19. 
Enquanto em fevereiro foram 4.994 atendimentos, março teve 4.554, com média de 147 pessoas atendidas por dia. Uma diminuição que chega a 10%. 
A atendimento segue sem restrição. Apesar da pandemia, a unidade não atende apenas quem está com sintomas da doença. 
Casos como como pressão alta, hipoglicemia, hiperglicemia, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e o primeiro atendimento para enfarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), nunca deixaram de existir. 
Por conta do período de pandemia, como não pode haver aglomeração, a Secretaria Municipal da Saúde, seguindo instruções da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará e também do Ministério da Saúde, pede que a pessoa só procure a UPA quando sentir febre e desconforto respiratório. Sintomas mais leves devem ser tratados em casa ou sob orientação da Unidade Básica de Saúde do bairro do cidadão.  
Segundo a direção da UPA de Camocim, para evitar aglomeração, foram adotadas medidas como o distanciamento entre pacientes e acompanhantes apenas para idosos ou menores de idade. 
Ainda segundo a direção, o baixo movimento deve-se, em grande parte, à conscientização dos Camocinenses ao momento certo de procurar ajuda médica. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:23h
Foto: Tadeu Nogueira

Nenhum comentário: