terça-feira, 29 de setembro de 2020

GOVERNO FEDERAL RETIRA PROTEÇÃO DE MANGUEZAIS E RESTINGAS

Duas resoluções que protegiam áreas de preservação permanente como restingas e manguezais e restringiam o desmatamento e a ocupação nesses biomas foram derrubadas na manhã da segunda-feira (28) em reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), convocada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. As resoluções estavam em vigor desde 2002.

Especialistas em ambiente afirmam que essas resoluções eram as únicas normas que de fato protegiam esses biomas, essenciais para manutenção do equilíbrio ambiental no país e no mundo. 

No litoral oeste do Ceará, por exemplo, há manguezais e restingas em Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Paraipaba, Trairi, Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Camocim (foto), Barroquinha e Chaval. Camocim tem um das maiores concentrações de mangues do estado. 

Por Tadeu Nogueira (Foto: Tadeu Nogueira)

Um comentário:

FRANKLI disse...

Rapaz até com natureza os políticos querem acabar tanta coisa que tinham pra mexer forão nas leis que protege os mangues só no Brasil mesmo que essas porra faz que faz.