quarta-feira, 15 de maio de 2019

O INIMIGO MORA AO LADO

A denúncia que caiu como uma bomba em Granja, sobre a licitação da Câmara de Vereadores, assinada pelo Presidente, Jeová Brito, locando uma pick-up cabine dupla, fechada, 4 x 4, por R$ 11.500,00 mensais, com direito a um motorista particular, pode ter sido vazada por alguns membros do seu próprio grupo político, supostamente a mando do chefe de todos eles. 
A denúncia teria sido parte de uma "lição". É que Jeová Brito teria feito intensa pressão para assumir a chefia do legislativo, tanto que, para não desprezar outro interessado, o "chefe" mandou diminuir de 2 para apenas 1 ano o mandato de presidente da câmara. Segundo comentam, o "chefe" não admite pressão. 
A prova de que o Presidente Jeová Brito não conta com o apoio imaginado se revelou nas duas últimas sessões. Durante as perguntas incessantes acerca da estranha licitação da pick-up, Jeová recebeu apoio de apenas um dos seus 10 colegas de bancada. No caso, do Vereador Nicanor Angelim que, segundo dizem, é quem preside de fato o legislativo granjense. 
Quanto à licitação, o carro locado até hoje não apareceu. Isso também se aplica à empresa. Ninguém localizou até o momento sua fachada. Relatos dão conta que a H.J. Locações de Veículos pertence a um graduado servidor da justiça, ligado diretamente ao "chefe" de Jeová Brito. O Ministério Público segue investigando o caso. 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:58h 

Nenhum comentário: