quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

VERBA SUMIU: VEREADOR COBRA CONSTRUÇÃO DO SHOPPING ARTESANAL DE GRANJA

"O centro de Granja será beneficiado em breve com um Shopping Artesanal. As obras deverão ser iniciadas ainda este ano (2013). Mais de 200 empregos diretos serão oferecidos. Serão dois andares, com 104 boxes e 1.500m² de área".
As palavras acima foram ditas publicamente, em 2013, pelo então Prefeito Romeu Arruda. 
Alegando urgência, ele ordenou a imediata desapropriação do terreno à época, despejando dezenas de ambulantes. Houve até licitação. 
Foi tanta pressa para começar a construir que teve o caso de um casal de idosos, expulso do local durante a madrugada. Eles acordaram ao som das retroescavadeiras.  
Após 7 anos, nada foi feito no local. O terreno, considerado baldio, serve de estacionamento improvisado no verão. 
No inverno se transforma em um imenso lamaçal. 
Os ambulantes despejados, mais de 100, seguem amontoados no calçadão do mercado público que está sob risco de desabamento.    
O tal shopping existe apenas na maquete (foto abaixo). Mais uma da coleção. Já a verba, de R$ 1.519.800,20, enviada há anos para a Prefeitura de Granja, através do Ministério do Turismo, teria sumido.  
Nesta quarta-feira (05), o Vereador Deoclecio Sobrinho (PDT) apresentou um requerimento à Câmara Municipal, pedindo explicações à Prefeita Amanda Arruda sobre o paradeiro da verba e o motivo da obra nunca ter sido iniciada. Romeu, agora deputado, evita o assunto até hoje. 
Postado por Tadeu Nogueira às 10:50h

Nenhum comentário: